Parceiros

Parceiros

UNICEF: o Fundo das Nações Unidas para a Infância está presente no Brasil desde 1950, liderando e apoiando algumas das mais importantes transformações na área da infância e da adolescência no País, como as grandes campanhas de imunização e aleitamento, a aprovação do artigo 227 da Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente, o movimento pelo acesso universal à educação, os programas de combate ao trabalho infantil, as ações por uma vida melhor para crianças e adolescentes no Semi-árido brasileiro. Presente em praticamente todo o território nacional, o trabalho das equipes do UNICEF impacta diretamente e para melhor a vida das crianças, dos adolescentes e de suas famílias.

http://www.unicef.org/brazil/pt/where_13615.htm

Revista Viração:é um dos parceiros técnicos da Plataforma dos Centros Urbanos, responsável pela formação em educomunicação de 126 adolescentes de São Paulo e Itaquaquecetuba. A Viração é um projeto social de educomunicação, sem fins lucrativos, criado em março de 2003 pelo jornalista Paulo Pereira Lima. Recebe apoio institucional da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, do UNICEF e da Agência de Noticias dos Direitos da Infância (Andi). Para a produção da revista impressa e eletrônica  conta com a participação dos conselhos editoriais jovens em 26 estados, que reúnem representantes de escolas públicas e particulares, projetos e movimentos sociais. Além de produzir a revista, oferece cursos e oficinas de capacitação em comunicação popular feita para jovens, por jovens e com jovens, em escolas, grupos e comunidades em todo o Brasil.

http://www.revistaviracao.org.br

Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo (NCE-USP):é o órgão da USP que reúne pesquisadores interessados na inter-relação Comunicação/Educação. O núcleo nasceu em 1996, reunindo um grupo de professores de várias universidades brasileiras interessadas na inter-relação entre Comunicação e Educação. Seu primeiro grande trabalho foi uma pesquisa junto a especialistas de 12 países da América Latina e países da Península Ibérica para saber o que pensavam os coordenadores de projetos na área e qual o perfil dos profissionais que trabalham nesta inter-relação. Com os dados da pesquisa, o NCE conseguiu definir o campo da educomunicação como sendo o espaço que membros da sociedade se encontram para implementar ecossistemas comunicativos democráticos, abertos e participativos, impregnados da intencionalidade educativa e voltados para a implementação dos direitos humanos, especialmente o direito à comunicação. Para que isso ocorra, os profissionais da educomunicação trabalham com o conceito de planejamento, implementação e avaliação de projetos, desenvolvendo suas atividades assistidos por teorias da comunicação que garantam a dialogicidade dos processos comunicativos. Entre os principais projetos desenvolvidos pelo NCE-USP, coordenado pelo professor Ismar de Oliveira Soares, destacam-se: Educom.rádio; Educom.rádio.centro-oeste, Educom.TV e Mídias na Educação.

http://www.usp.br/nce

%d blogueiros gostam disto: